O tema do post de hoje é bem polêmico. Há quem a odeia ferozmente e há também os que a recomendam com louvor. Hoje falaremos sobre a banha de porco e como incorporar à pratos nutritivos, deliciosos e – pasmem – muito saudáveis.

Confira o nosso post e entenda porque cozinhar com banha de porco é muito melhor do que com óleos vegetais, tal como o de girassol ou canola. Ficou curioso? Descubra agora como tornar a banha de porco uma aliada para a sua saúde.

Atualmente, assim como o ovo e outros alimentos antes vistos com maus olhos. Não somente a banha de porco deixou de ser vista como vilã e prejudicial para a nossa saúde. Como também é indicada por diversos médicos como uma alternativa saudável para ser utilizada na culinária.

A banha de porco ou a gordura animal, possui diversos benefícios que a tornam muito mais saudável do que os óleos vegetais. Todavia, estes veremos nos próximos tópicos.

Vilã ou mocinha?

Por muito tempo, a banha de porco era vista como vilã para a nossa saúde e antagonista da alimentação saudável. Acusada de ser a “causadora” do alto colesterol, aumento de problemas cardíacos e alta taxa de infartos.

Por muito tempo o uso da banha de porco na culinária não era nada indicado. No entanto, muito tempo se passou e diversos estudos foram feitos. Logo, muita coisa mudou e a banha de porco hoje é vista com outros olhos.

Você já parou para pensar que antes do surgimento e popularização de óleos como: canola, girassol, milho e soja, as pessoas cozinhavam utilizando banha de porco? Talvez você deva estar pensando: “ah, mas cozinhar com banha de porco faz mal”, será mesmo?

Não somente cozinhavam com a banha de porco, como também não apresentavam as mesmas doenças que nos acometem hoje em dia. Mas afinal como isso é possível?

De acordo com os especialistas, os óleos vegetais são ricos em ácidos graxos poli-insaturados, ou seja, quando aquecidos sofrem um processo de oxidação, o que por si só, já é prejudicial a nossa saúde.

Além disso, os óleos vegetais são hidrolisados antes de chegarem às prateleiras de supermercados. O que por sua vez criam as temíveis gorduras trans. Sem essa hidrogenação eles não durariam 10 dias nas prateleiras dos supermercados.

Já a banha de porco, é rica em ácidos graxos monoinsaturados, ou seja, muito mais estável quando aquecida e mais difícil de sofrer oxidação. O que a torna muito mais saudável e recomendável do que os óleos vegetais.

Benefícios da banha de porco

Os principais benefícios de cozinhar com a banha de porco são:

  • Aumenta o colesterol bom e diminui o colesterol ruim;
  • Sabor neutro, não possui odor e nem sabor, podendo ser adaptável para qualquer receita;
  • Muito mais barata do que os óleos vegetais;
  • Rica em vitamina D;
  • Rica em acido oleico que ajuda no combate da depressão;
  • Ajuda na produção e regulação dos hormônios;
  • Não oxida tão facilmente quando aquecida a altas temperaturas.

Como preparar a banha de porco

Para se preparar a banha de porco, você deve levar ao fogo a gordura do porco ainda crua e em fogo muito baixo. Deve-se ir derretendo a gordura bem lentamente. Desta forma, obteremos uma gordura densa e muito saborosa.

Por não ter sabor e odor muito forte, a banha de porco é perfeita para ser utilizada em todos os preparos da culinários que precisam de gordura.

Em média, o ponto de fumaça da banha de porco varia de 170 a 180°C, por isso é super indicada para o preparo de frituras. Além disso, todos os pratos preparados com a banha de porco ficam saborosos e super nutritivos.